Ordenanças Vicárias

Templo do Recife

Templo do Recife

Definição

Uma ordenança vicária é uma ordenança religiosa realizada por uma pessoa viva em favor de outra falecida. Tais ordenanças realizam-se atualmente nos templos (veja fotos), porém tornam-se válidas apenas quando aqueles por quem são realizadas as aceitam, guardam os convênios relativos a elas e são selados pelo Santo Espírito da Promessa, que é o Espírito Santo. Hoje em dia, essas ordenanças só são realizadas nos templos.

O que é um templo

Literalmente, o templo é a casa do Senhor. O Senhor sempre ordenou a Seu povo que construísse templos, que são edifícios sagrados nos quais os membros dignos de Sua Igreja realizam cerimônias e ordenanças sagradas do Evangelho para si próprios e em favor dos mortos. O Senhor em pessoa visita os templos, por isso são os locais mais sagrados de adoração na Terra.

O tabernáculo erigido por Moisés e pelos filhos de Israel era um templo que podia ser transportado. Os israelitas o usaram durante o êxodo do Egito.

O templo mais conhecido dentre os mencionados na Bíblia foi aquele construído por Salomão em Jerusalém (veja II Crônicas 2-5). Foi destruído em 600 a.C. pelos babilônios e restaurado por Zorobabel quase cem anos depois (veja Esdras 1-6). Parte desse templo foi queimada em 37 a.C. e Herodes o reconstruiu posteriormente. Os romanos o destruíram no ano 70 de nossa era.

Em qualquer era da história, a construção de templos e seu uso correto são sinais da Igreja verdadeira, inclusive a Igreja de Jesus Cristo restaurada em nossos dias. O templo de Kirtland foi o primeiro templo construído e dedicado ao Senhor em nossa era, em 1836. Desde então, muitos templos ao redor do mundo têm sido construídos e dedicados (veja a lista completa com informações adicionais e fotos clicando aqui).

Templo de Washinton D.C., EUA

Templo de Washinton D.C., EUA

A diferença entre um templo e uma capela

As capelas são abertas a todos e todos são bem-vindos a participar dos serviços de adoração dominicais e outras atividades ali realizadas.

O templo, por sua vez, só pode ser visitado pelo público em geral logo depois do término de sua construção, durante um período de visitação que geralmente dura sete dias. Nesse período de visitação são organizadas visitas com guia e são fornecidas informações para responder dúvidas e explicar as diferentes funções e cerimônias realizadas no templo. Depois que tiver sido dedicado, só os membros dignos da Igreja poderão entrar nele.

O que se faz no templo

Conforme dito acima, os membros dignos da Igreja de Jesus Cristo realizam ordenanças sagradas do Evangelho em seu próprio favor e em favor de seus entes queridos falecidos.

As ordenanças feitas em favor dos mortos são particularmente interessantes e importantes. Desde o início da humanidade, muitas pessoas morreram sem receber o batismo e outras ordenanças que Jesus Cristo ensinou serem necessárias para entrar no reino de Deus (veja João 3:5). Uma vez que nosso Pai Celestial quer que todos os Seus filhos tenham a oportunidade de voltar a Ele, Ele providenciou um meio de fazer com que os que morreram sem recebê-las as recebam.

Templo de Campinas

Templo de Campinas

Nos templos sagrados, os membros da Igreja podem realizar tais ordenanças em favor de seus ancestrais já falecidos. Essa é a razão principal para nos dedicarmos tão intensamente à pesquisa genealógica, dando àqueles que não receberam tais ordenanças a oportunidade de aceitá-las ou rejeitá-las, tal como teriam feito em vida. Caso as aceitem, terão a chance de voltar a viver um dia com nosso Pai Celestial.

As famílias podem ser eternas

Um ensinamento característico da Igreja de Jesus Cristo é o de que o casamento pode durar por toda a eternidade (e não somente até que a morte os separe), e os filhos desse casamento podem permanecer unidos aos pais também pela eternidade. Esse casamento precisa ser realizado em um templo por alguém que possua o sacerdócio, que é a autoridade para agir em nome de Deus aqui na Terra. Para que o casamento realizado no templo permaneça válido, o marido e a mulher precisam amar-se mutuamente e ser fiéis um ao outro, continuando a prestar serviço cristão e a demonstrar sua devoção por toda a vida. Em 1995, os líderes da Igreja ressaltaram a importância do casamento e da família em uma declaração oficial intitulada A Família: Proclamação ao Mundo.

(Visited 349 times, 1 visits today)

 

REGRAS PARA COMENTAR NOS ARTIGOS:

  1. Não use agressividade, provocações, insultos, ironias, deboches, maledicências, palavrões e coisas desse tipo, ou seu comentário será sumariamente apagado. Aceito críticas, sim, o que não aceito é falta de educação e de respeito.
  2. Não use e-mail falso ou seu comentário poderá ser apagado.