Minha participação no programa Geraldo Brasil, da Rede Record

geraldobrasilTive anteontem uma surpresa semelhante à de quando a produção do programa Superpop, de Luciana Gimenez, me convidou para participar do programa dela, ano passado. Desta vez foi a produção do programa Geraldo Brasil, da Rede Record. O motivo foi o mesmo: meu artigo Por que sou contra o casamento gay.

A edição do dia 16/9 abordaria o tema da homossexualidade dos filhos revelada aos pais, ou seja, como foi a reação dos pais ao ouvirem dos filhos a confissão de que eram gays e toda problemática envolvida no assunto. Para falar disso, o programa convidou algumas mães com seus filhos gays e lésbicas, como a ex-cantora, atriz e dançarina Gretchen (nome artístico de Maria Odete Brito de Miranda, 50 anos, hoje evangélica) e sua filha lésbica Thammy Miranda, além do drag queen Leo Áquilla com sua mãe e um arquiteto gay acompanhado da mãe. Havia também uma psicóloga, o diretor de uma faculdade e eu, todos heterossexuais.

O convite para participar do programa chegou poucas horas antes de ir ao ar — ou seja, muito em cima da hora. Queriam levar-me ao estúdio, em São Paulo. Ao saberem que eu não estava em SP, e sim a milhares de quilômetros de distância, entraram em contato com a TV Pajuçara, afiliada local da Rede Record, para que eu participasse por link via satélite. Um carro da TV Pajuçara veio me bscar em casa e fui conduzido até o estúdio onde entraria no ar em rede nacional ao vivo.

O programa começou com vários debates entre os participantes relatando como foi a revelação da “novidade” aos pais, a reação deles e a do resto da família, dos amigos e da sociedade. Os primeiros 50 minutos versaram exclusivamente sobre isso. Então o apresentador Geraldo me apresentou e lançou-me a seguinte pergunta: “Se seu filho um dia o procurasse para anunciar que é gay, como você reagiria?”

Respondi fazendo uma síntese de resposta a pergunta similar feita a mim aqui mesmo no blog. Eu disse que, se isso acontecesse, não o deserdaria, nem o odiaria, nem o agrediria, mas exporia a ele as inexoráveis consequências de sua escolha: no âmbito social, sofreria discriminação, preconceito e até ódio em alguns casos, tal como os convidados gays e lésbicas relataram enfrentar por causa de sua opção sexual. No âmbito espiritual, ele muito provavelmente perderia a totalidade das recompensas eternas prometidas por nosso Pai Celestial a Seus filhos que se mantém fiéis a Seus mandamentos até o fim.

Geraldo perguntou-me em seguida qual é minha opinião sobre o homossexualismo. Conforme exponho no artigo Por que sou contra o casamento gay, fiz questão de esclarecer que não me proponho a explicar a existência dessa opção sexual, pois não sabemos porquê ela existe e talvez não venhamos a saber nesta vida. O que sei, contudo, por tudo que tenho estudado dos ensinamentos de Jesus Cristo por toda minha vida, é que Deus não criou três sexos, e sim dois. Disse também que, em meus artigos, não falo contra os gays, e sim contra a união civil homossexual, a qual corrompe o modelo de família instituído por Deus desde a fundação do mundo.

A partir desse ponto, Geraldo chamou os comerciais e, na volta, os assuntos dentro do homossexualismo variaram. Não tive mais participação depois disso.

Acho importante ressaltar que, quando falei que meu filho eventualmente perderia suas recompensas eternas se decidisse ser gay, puxei do bolso um cartão de amizade e exibi a gravura de Jesus Cristo impressa nele para ilustrar o fato de que minha opinião baseia-se no Evangelho de Jesus Cristo. Enquanto eu falava, a produção do programa dividiu a tela em duas imagens, uma minha e outra de Thammy. Notei que, no momento em que exibi o cartão com a gravura de Jesus, ela baixou a cabeça e a apoiou sobre a mão, fazendo aquele gesto típico de desgosto e desaprovação. Em outros momentos em que falei de Deus, ela ria e balançava a cabeça em tom de deboche, dando a entender que achava que eu estava dizendo alguma coisa absurda.

Lamentei não ter tido a chance de estar presente no estúdio do programa, pois acho que teria sido produtivo e didático ouvir suas objeções. Eu queria ter podido responder-lhe como respondi às objeções dos participantes do Superpop.

Embora a oportunidade de prestar meu testemunho tenha sido muito menor quando comparada à que tive no Superpop, a programação da Rede Record — e, por conseguinte, a do programa Geraldo Brasil — tem audiência muito maior, até porque seu sinal é retransmitido inclusive no exterior (a Rede TV, emissora do Superpop, não é de sinal aberto em todo o país, como a Record). Desta forma, creio que o recado de que Deus pode ter uma opinião diferente daquela da parte da sociedade que acha o homossexualismo algo tão normal e natural quanto o heterossexualismo pode ter alcançado um número bem maior de ouvidos atentos e mentes abertas. Mais uma vez, creio ter sido bem sucedido em plantar uma semente. Se germinará e dará seus frutos em seu devido tempo, depende de saber em que terreno caiu. Só o Senhor sabe.

Mas é como disse o Pres. Thomas S. Monson na Conferência Geral de abril de 2003: “…as sementes do testemunho frequentemente não se arraigam nem florescem imediatamente. Às vezes o que plantamos só dá frutos depois de muito tempo; mas sempre dá frutos”. Que os anjos digam amém.

(Visited 87 times, 1 visits today)

Artigos relacionados:

Publicado em Diário pessoal com a(s) tag(s) , , , , , , , , . Adicione o link permanente deste artigo a seus favoritos.

24 comentários em Minha participação no programa Geraldo Brasil, da Rede Record

  1. Rodrigo disse:

    Olá Marcelo, tudo bem? Não vi sua participação nos programas do Geraldo e da Luciana, mas pelo que você escreveu acima, gostaria de discordar de só uma coisa. Você diz diria a seu filho, caso ele revelasse ser gay, que ele se arrependeria de sua “escolha” e diz que o homossexualismo é uma “opção” sexual. Embora eu seja contra o homossexualismo e o bissexualismo, acredito que essas orientações sexuais (expressão que acredito ser mais adequada) não são escolhidas pelas pessoas que gostam de pessoas do mesmo sexo (ou dos dois sexos, no caso dos bis). Não acredito que uma pessoa escolheria ser gay ou bi, justamente por saber que poderia enfrentar brincadeiras de mau gosto, chacotas (principalmente no caso dos adolescentes nas escolas, caso os colegas soubessem que eles são gays ou bi), isso sem contar os casos de agressões verbais ou físicas por parte de outras pessoas. Já ouvi uma amiga dizer que, se pudesse escolher, escolheria ser hétero, mas que ela não poderia ir contra a sua própria “natureza”. Também não sei o porquê de existir homossexualismo, bissexualismo, transexualismo. Nem sei se quero realmente saber. Só acredito que, da mesma maneira que você e eu não escolhemos ser héteros, eles também não escolheram essas práticas. Deus pode fazer um milagre na vida dessas pessoas para que elas mudem? Talvez. Tenho fé que isso possa acontecer.

  2. ana celia disse:

    Sou de São Luis-MA, eu concordo com vc, tenho dois finhos e peço a Deus q ilumine a cada um deles para q ambos sejam bons homens no futuro e q eles saibam respeitar as mulheres e seus valores . Peço tanto a Deus com fé
    q eles ñ caim em tentação e nao se trasformem em gays .Deus ñ vai deixar isso acontecer jamais , em nome de jesus .amém !!! Por aqui vou terminando com beijos e abraços de quem ti ama muito .xau!!! A propósito sou católica ,ok?

  3. Marco Aurélio disse:

    Oi Marcelo, parabéns pela maneira tão inspirada como você defende nossa fé e acima de tudo Jesus Cristo, acredito que você está sendo inspirado por Deus. Coloquei sua entrevista no blog de nossa ala ( http://www.alapilarzinho.blogspot.com) ajudando a divulgar sua página na internet. Você esta se tornando uma referência no assunto, e acredito que vão aparecer muitos convites sobre o tema, agora não vai mais parar, que o senhor te abençôe nesta missão.

  4. LUI disse:

    EU SOU GAY E FRAQUENTEI A IGREJA DE JESUS CRISTO FUI BATIZADO FREQUENTEI DURANTE 6 ANOS E SOFRI GRANDES PRECONCEITOS DENTRO DESTA IGREJA NA CIDADE DE VITORIA DA CONQUISTA NA BAHIA EU HOJE TENHO VERGONHA DE TER PARTICIPADO DE UMA INSTITUIÇÃO DESSA. ONDE VOCÊ É VISTO COM UM SER PROBLEMATICO, EU ERA TRATADO COMO UMA PESSOA PERIGOSA E INFERIOR. É MUITO BONITO ESTA FILOSOFIA.

    • Marcelo Todaro disse:

      Caro Lui,

      Se as coisas na Igreja aconteceram com você exatamente como as descreveu, saiba que as pessoas que o trataram dessa forma não estavam seguindo o que a Igreja ensina e precisam arrepender-se.

      Peço-lhe que leia o livreto Deus Ama Seus Filhos neste PDF, no qual a Igreja expressa sua posição sobre os que sentem atração pelo mesmo sexo.

      Leia também o artigo Ajudar Os Que Lutam Contra a Atração pelo Mesmo Sexo, do Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, publicado na revista A Liahona de outubro de 2007 (versão em PDF da revista pode ser baixada aqui).

      Nesses dois artigos você vai encontrar o que a Igreja ensina a respeito de como lidar com pessoas que sentem atração pelo mesmo sexo. Quando o fizer, talvez sinta que não há motivo para afastar-se da Igreja por causa das falhas das pessoas. Devemos frequentar a Igreja e renovar nossos convênios com Deus tomando o sacramento porque é um mandamento Dele. Não vamos à Igreja para agradar os outros, e sim a Deus.

      Espero tê-lo ajudado.

      Um abraço!

    • ELIANE LIMA disse:

      AMADO, vc não devi olhar para as pessoas que estão dentro da igreja e sim para CRISTO, é ele que devemos olhar, nos espelhar e andar diante da sua presença sempre, ele é o nosso espelho, pessoas como nós, sim como nós porque já andei nessa situação, devemos sempre procurar ler a palavra de Deus, para sairmos desta situação e para termos exito devemos procurar-mos ocupar a nossa mente estudando as escrituras, e termos isso como uma meta geral. E para cumprir esse objetivo, devemos ler uma quantidade de específica de capítulos da Bíblia todos os dias, estabelecer um tempo de oração pela manhã, e assim por diante, se vc ainda pretende servir nosso SENHOR, sem olhar para trás nem pra niguém, e quizer mais orientação, ou como vc pode fazer tudo que lhe falei, entre em contato comigo, seja meu amigo […] e que DEUS lhe abençõe!

  5. Luh disse:

    Marcelo…
    Parabéns…
    Você mostrou que não tem vergonha do evangelho de Cristo, e é isso mesmo!
    Tenho certeza que não seriam todos os mórmons que fariam isso!
    Você se mostrou um grande exemplo não só para nós, mas para o mundo!
    O Pai Celestial está muito feliz com você vio!
    E se alguém fez pouco do que vc disse…esse terá sua recompensa! A sua benção já está garantida! ;D

    Um grande abraço!

  6. Walter disse:

    Marcelo…
    Parabéns por sua participação no programa do Geraldo Brasil! Eu não sabia que você era Um SUD,mas quando você começou a falar eu logo percebi que ali estava uma pessoa que representava a opnião de milhões de pessoas inclusive a minha. Não podemos mudar a natureza humana, não podemos mudar as Leis Divinas, elas são imutáveis.
    Infelismente as pessoas estão perdendo os seus valores.

    Um grande abraço irmão!
    D&C 82:10

  7. melissa disse:

    estu muito feliz em ver vc mostrando a reslidade do cristao com pessoas q eu acompanhei no mundo e resolvi tambem aceitar Jesus .A ELE todo o LOUVOR E ADORAÇAO.ESPERO A MARA AQUI NA CONCENTRAÇAO DE FÉ EM CURITIBA SABADO .DEUS TE ABENÇOE

  8. ANDREIA disse:

    UMA ABERRAÇÃO ESTE PROGRAMA.NUNCA PENSEI QUE A REDE RECORD FOSSE TÃO LONGE,NA AGRESSÃO À FAMÍLIA
    BRASILEIRA.NESTE HORÁRIO GOSTARIA DE ESTAR VENDO DESENHO ANIMADO OU ALGO CRIATIVO E EDUCATIVO COM MINHA FILHA DE DEZ ANOS, A TER QUE SOFRER COM ESSAS AGRESSÕES, MULHERES E HOMENS DEPRAVADOS, EXIBINDO-SE VERGONHOSAMENTE E CHAMANDO ISSO DE TRABALHO.
    GANHAM DINHEIRO COM ISSO PORQUE É O MELHOR QUE POSSUEM,JÁ QUE DENTRO NÃO TEM NADA;FALO ISSO NÃO É POR DESPEITO JÁ QUE BELEZA TAMBÉM TENHO,INFLUENCIA SIM AS CRIANÇAS E ENVERGONHA OS PAIS,DEPOIS DE ACERTAR NAS PROGRAMAÇÕES DE TODAS AS MANHÃS E TAMBÉM AOS DOMINGOS,NOS JORNAIS E FILMES.SINTO-ME BRUTALMENTE AGREDIDA E DECEPCIONADA.
    OBS.:PORQUE NÃO SE CONVIDA MAIS DE UMA PESSOA “CONSERVADORA”?

  9. Carmosina disse:

    Deus ama todos os seus filhos, independente de quem são, ele não abomina as pessoas e sim o pecado, poderemos nos supreender no último dia, ao vermos pessoas que jamais acreditassemos que estariam do lado direito do Senhor. Enquanto outras que possam de perfeitos, do lado esquerdo, isso porque deixam de fazser coisas que realmente contam, como : não reconhecer a paternidade de um filho, Deus jamais faria isso independente de quem somos.

  10. Amanda Sá disse:

    Parabéns Todaro!!!

    Te admiro muitíssimo pela opinião forte que tens! 😉

  11. Vanderlea morais disse:

    Oi meu querido e irmao Marcelo, vc é espetacular e de grande coragem, adoro ler tudo que vc escreve e sempre convido meus amigos a ler tbem. Um dia as pessoas vao se dar conta que isso nao e coisa do Pai celestial. Obrigada por vc ter batizado meu marido, ele é uma grande pessoa, um pai dedicado à familia. Continue fazendo a obra do Senhor.

  12. Quando vai ter os videos no Youtube pra “n’ois ver”?

    Sobre as pessoas serem gays ou não, j’a foi provado cientificamente que ‘e uma condição fisica. Tem algo a ver com o tipo de cerebro da pessoa(não significa que a pessoa ‘e burra ou inteligente, ‘e outra coisa que define isso).

  13. Anastasia Borges Motta disse:

    Estava eu pulado canais e TV e vi sua participação no Geraldo Brasil. Bem eu frequentei a Igreja durante 20 anos, desde então nunca soube qual era a posição da igreja sobre o homossexualismo. Após ver o programa, fiz uma busca na internet e li alguns de seus artigos. São maravilhosos. Fiquei feliz em ver que dentre milhões de pessoas você não tem vergonha de defender seus ensinamentos, prestar testemunho e servir de exemplo para os que tem vergonha de defender seus ideais ou mesmo tem vergonha de se dizerem SUDS. Muito Obrigada pela sua atenção.

  14. Kelle disse:

    Muito bom saber de sua participação no programa. Infelizmente não assisti. O que importa que voce jogou as sementes no terreno não é mesmo?

  15. Martha Mandarino Garcia disse:

    Irmão Marcelo,

    Não tive a oportunidade de assistir sua participação no programa da Record, mas quero lhe dar meus parabéns por não ter se constrangido em falar do plano do Pai Cellestial sobre o casamento, pois muitas pessoas se constrangem ao falar do evangelho para uma outra que reprova explicitamente (como fez a filha da Gretchen).

    Que pena que seu tempo foi curto. Na verdade não gosto desse apresentador, acho que ele não sabe conduzir o programa e talvez não foi conveniente para o programa ter sua participação por mais tempo. Mas como vc citou no seu diário, a semente foi plantada.

    Um abraço!

  16. Gugamara disse:

    Meus agradecimentos pelo informativo.
    Voce respondeu conforme ditou teu coracao, fe e consciencia; a isso nomino de autenticidade. As sementes, mesmo quando plantadas em solo arido ou entre pedras, germinam, dao flores e frutos conforme elas sao e dos cuidados do semeador.
    Cada um de nos desempenha uma funcao e tem sua importancia, como graos de areia que somos nessa duna da criacao divina.
    Um grande abraco

  17. Raphael Rocha Coelho disse:

    Oi Marcelo, parabéns pelos comentários. Motivado pelo seus artigos sobre o assunto, tive recentemente a oportunidade de discutir o assunto com alguns amigos, e sugiro a todos os que são contra a união civil homossexual que experimentem tal discussão. É preciso muita cautela, sabedoria e paciência ao defender e esclarecer o assunto de que o ponto de vista não é uma ação contra os homossexuais, mas sim uma ação contra o deturpamento de um conceito de casamento e da entidade Família. Cautela e sabedoria, muito mais do que eu imaginava. Paciência, dependerá se o homossexual ou a pessoa que defende a união civil homossexual tem uma mente aberta o suficiente para entender que você apenas é contra uma lei e um ato, não contra pessoas. Por isso, parabéns mais uma vez Marcelo. Minha esposa e eu temos um amigo que decidiu ser homossexual, e nem por isso o discriminamos ou o excluímos de nosso meio. Respeitamos a sua liberdade e a defendemos. Apenas não apoiamos uma mudança na lei, porque não gostaríamos de viver em uma sociedade em que a união civil é considerada igualmente entre um homem e uma mulher, entre pessoas do mesmo sexo, entre pessoas e animais, ou ainda entre pessoas e objetos. Se estas propostas são aprovadas, perde-se o conceito de unidade familiar não só necessário em uma sociedade como principalmento o conceito criado por Deus: uma mulher com um homem.

  18. Susana Garcia Correa disse:

    Oi querido. to passando pra dar os parabéns por sua passagem embora curta no programa da record. embora eu tenha passado “por acaso” pelo canal (pois acaso não existe), comecei a acompanhar e qdo foi anunciada sua presença fiquei.
    sábias palavras.
    este realmente é um debate que vai longe. até o fim dos dias. e as coisas cada vez pioram mais. profecias se cumprindo. me em 1 frase vc disse td. Deus fez somente 2 sexos, ponto.
    muito bem. continue assim.

  19. Maria Fernandes disse:

    Naquela tarde na casa da minha mãe vi a sua entrevista na TV Record, falei pra ela que vc é membro da Igreja e ela ficou interessada em ver qual é a sua opinião sobre o assunto discutido no programa, ela ficou admirada em ver a sua coragem em falar em público sobre um assunto tão polêmico, onde todo mundo pensa mas nem todos tem a coragem que vc tem em falar o que realmente sabe ser verdade. Meus parabéns!

 

REGRAS PARA COMENTAR NOS ARTIGOS:

  1. Não use agressividade, provocações, insultos, ironias, deboches, maledicências, palavrões e coisas desse tipo, ou seu comentário será sumariamente apagado. Aceito críticas, sim, o que não aceito é falta de educação e de respeito.
  2. Não use e-mail falso ou seu comentário poderá ser apagado.

Deixe seu comentário - mas observe as regras acima!