Igreja lança novo filme sobre Joseph Smith; assista

Pela primeira vez, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias disponibiliza para ser assistido online um longa metragem produzido por ela. O filme chama-se Joseph Smith: o Profeta da Restauração.

A intenção da Igreja ao produzir e divulgar o filme é ajudar a opinião pública a entender melhor a crença dos santos dos últimos dias (como são chamados os membros da Igreja) em profetas modernos, no propósito dos templos e na natureza eterna das famílias, segundo afirma a Igreja em nota à imprensa.

Há também um contexto adicional em eventos históricos como a Primeira Visão — quando Deus, o Pai, e Jesus Cristo apareceram a Joseph Smith quando tinha 14 anos de idade, diz a nota.

John Garbett, produtor do filme, espera que as pessoas que não estão familiarizadas com a história compreendam bem o papel de Joseph na restauração da Igreja de Jesus Cristo.

“Há menos foco no homem Joseph e mais no profeta Joseph”, disse Garbett.

O filme é narrado por uma atriz representando Lucy Mack Smith, mãe de Joseph.

“Escolhemos esse meio para contar a história porque Lucy Mack Smith foi testemunha ocular de tudo que aconteceu”, disse Garbett. “É uma mãe falando de seu filho em suas próprias palavras”.

No momento o filme está disponível apenas em inglês, mas, segundo a nota, no futuro será oferecido em mais idiomas.

Outros detalhes sobre o filme e sua produção na nota da Igreja à imprensa.

(Visited 1.482 times, 1 visits today)

Artigos relacionados:

Publicado em Notícias da Igreja com a(s) tag(s) . Adicione o link permanente deste artigo a seus favoritos.

11 comentários em Igreja lança novo filme sobre Joseph Smith; assista

  1. ero rabelo disse:

    Sempre me questionava sobre algumas praticas de outras denominações e assim percebia que algo não se encaixava com o que a biblia dizia e o que estas denominações faziam de forma esquisita. Como não conhecia nada sobre a restauração e como meus antepassados seguiam dogmas e principios, apenas seguíamos sem questionarmos, pois ja vinha sendo imposto ao mundo de forma que, muitos seguiam e tinhamos que fazer o mesmo. Em nenhuma igreja nos orientava nada sobre muitas coisas, pois sentia que muitas queriam que seguíssemos de forma a nos impor preceitos os quais muitos deles, criados por lideres religiosos, filosofos e que de nada possuiam de pleno e de conformidade as principios verdadeiros, como batismo de crianças, que um homem me perdoaria minhas falhas desde que tivesse alguma penitencia em rezas,adoração a imagens, qdo a biblia é contra,ensinar sobre purgatório,inferno,unção dos mortos, uso de velas,etc etc e etc. que hoje sabemos que são heresias de que Deus e seu filho jamais ensinou, que eu e meus antepassados fomos enganados devido nossas ignorancias pela falta da verdade.

  2. sebastiao disse:

    eu assisti o filme, mas os pequenos bloqueios nao atrapalharam em nada e a minha internet nao é de alta velocidade, e eu fiquei até impressionado com o desenrolar do filme,

  3. Isadora Marques disse:

    Olá pessoal,
    Eu estava procurando na internet se já disponibilizaram o filme Joseph Smith: The Prophet of the Restoration em portugues mas acabei nao achando. Ai sem querer descobri esse site e li os comentários. Em relaçao ao filme ser portugues, Já existe sim. Eu mesma já assisti ele 2 x dublado. E isso já faz um bom tempo ( acho que uns 3 anos ou mais) . Eu ainda não sei porque não acha-se esse filme dublado na net. Mas que já tem ele dublado tem sim. Os missionários que já passaram pela a minha ala me emprestaram o filme para assistir com a minha família e assistimos em portugues. Eu sinceramente nao sei porque encontramos tanta dificuldades para vermos este filme em nossa lingua.
    Procurem ver se os missionários sabem dele em portugues.

    Espero ter ajudado.

    • Marcelo Todaro disse:

      Isadora, o filme dublado que você assistiu não é o filme acima. Este é lançamento novo, portanto você não pode tê-lo visto há 3 anos.

      Há um outro parecido com esse que pode ser o que você assistiu em português. Mas este não.

      Um abraço!

  4. Paulo Sutto disse:

    Bom dia, Não saiu esse filme legendado ainda? Quando sair, se puder me informar pelo email agradeço.
    Abraços

  5. Lucimara disse:

    Oie Irmão Todaro,

    Vc ainda não tem disponível em português?

    Abraços,

    Lucimara

  6. lana disse:

    Adorei a postagem desse vídeo, é sempre otimo assistir em inglês porque ajuda-nos a aprender o idioma como eu adoro pesquisas novidades dos sites da Igreja ou feito por membros da Igreja encontrei esse site e assistí esse vídeo , ele realmente é muito bom.
    Parabéns Marcelo Todaro!,
    Lana > Regente da Ala FAROL e Consultora das Moças

  7. Denilson Lugoboni Luz disse:

    Prezados(as) Senhores(as)

    O filme é maravilhoso, inspirado e profundamente tocante, há porém um problema que necessita ser investigado antes de divulgar o filme publicamente on line.

    Não sei se o problema pode estar em meu computador, mas o filme trava muitas vezes e algumas vezes sai da cena onde estava e volta na tela inicial.

    Talvês seja necessário um adaptação para que o filme(me parece que é em alta resolução), rode normalmente sem travamentos em qualquer computador.

    Muito provavelmente, por se tratar de um filme em alta resolução, a velocidade mínima para que possa rodar normalmente seja 5 mega/segundo e são poucas pessoas que possuem essa banda larga, por enquanto.

    A idéia é maravilhosa, mas o pesquisador que acessar o filme deve fazê-lo sem travamentos, do contrário, o propósito não será atingido.

    Atenciosamente,

    Denilson Luz

    Estaca Mogi das Cruzes

    • Marcelo Todaro disse:

      Oi, Denilson.

      Já assisti o filme inteiro sem “soluços”. Mas, também, minha conexão é justamente de 5 Mb/s.

      É preciso ter em mente que esse lançamento originalmente destina-se apenas ao público americano, país onde conexões dessa velocidade e maiores são comuns. Quando houver versões dubladas e/ou legendadas para outros idiomas, muito provavelmente haverá também opção de ver o filme em resoluções menores que requerem menos velocidade de conexão. Teremos que esperar para ver.

      Um abraço!

 

REGRAS PARA COMENTAR NOS ARTIGOS:

  1. Não use agressividade, provocações, insultos, ironias, deboches, maledicências, palavrões e coisas desse tipo, ou seu comentário será sumariamente apagado. Aceito críticas, sim, o que não aceito é falta de educação e de respeito.
  2. Não use e-mail falso ou seu comentário poderá ser apagado.

Deixe seu comentário - mas observe as regras acima!