As transcendentais vantagens de se desenvolver a inteligência

Publicado em 26 de janeiro de 2024 e atualizado em 12 de fevereiro de 2024

Reflita por um minuto: o que faz de Deus um Deus? Ele é Deus por que exatamente?

Todos conhecemos a resposta clichê de que é porque tem todo o conhecimento, sabedoria e poder do Universo. Mas como Ele chegou lá?

Pessoalmente, não aceito a resposta simplista, preguiçosa e pueril de que é porque sempre foi assim e pronto. É uma resposta que ofende minha inteligência.

Se é verdade que Ele é o Criador de tudo que existe, obrigatoriamente Ele tem que ser (muito!) inteligente. É uma conclusão lógica. Então, se eu acumular conhecimento e inteligência, posso me tornar um pouquinho mais parecido com Ele, certo?

Isso mesmo. Há três passagens de escritura que fundamentam essa conclusão. Vou citar primeiro a que considero mais icônica e significativa, na qual o Senhor sugere que a inteligência — que pode ser traduzida em conhecimento e sabedoria — é divina e gloriosa:

A glória de Deus é inteligência ou, em outras palavras, luz e verdade. (D&C 93:36)

Ao associar inteligência com luz e verdade, Ele está enfatizando que o verdadeiro conhecimento ilumina nossa vida, guiando-nos para a verdade. A busca por conhecimento e inteligência também é um meio de compreender a Deidade.

A segunda contém a chave para nos tornarmos mais inteligentes:

nos melhores livros buscai palavras de sabedoria; procurai conhecimento, sim, pelo estudo e também pela fé. (D&C 88:118)

Eis um poderoso incentivo à busca do aprendizado contínuo e do conhecimento. O Senhor nos incentiva a buscar sabedoria por meio da formação secular e da seleção de fontes de alta qualidade para nosso aprendizado. Acha mesmo que Ele nos daria essa instrução sem um motivo transcedentalmente bom?

Além disso, Ele destaca que a busca pelo conhecimento deve ser feita também pela fé, sugerindo que o conhecimento não é apenas uma questão de aprendizado intelectual, mas também envolve uma dimensão espiritual. Nessa passagem o Senhor nos encoraja a abordar a busca pelo conhecimento de uma maneira equilibrada, combinando o estudo secular com a fé. A busca pelo conhecimento é uma jornada tanto intelectual quanto espiritual.

Por fim, existe uma vantagem geralmente negligenciada de obtermos mais inteligência:

Qualquer princípio de inteligência que alcançarmos nesta vida surgirá conosco na ressurreição. E se nesta vida uma pessoa, por sua diligência e obediência, adquirir mais conhecimento e inteligência do que outra, ela terá tanto mais vantagem no mundo futuro. (D&C 130:18-19)

Consegue perceber o alcance disso? Entende que tudo que aprendermos nesta vida — um ofício, uma profissão, uma habilidade, um talento, qualquer coisa — será aproveitado na próxima vida e nada será perdido? Cada momento de aprendizado, cada descoberta que fazemos, cada habilidade que desenvolvemos, tem um valor eterno. Não importa quão pequeno ou grande seja o conhecimento, ele é precioso e duradouro. Esse é o melhor dos motivos para buscar continuamente o crescimento e o aprendizado, sabendo que cada esforço para adquirir conhecimento e inteligência não é apenas para o benefício desta vida, mas também para o da próxima.

Da mesma forma, se a letargia e o pecado travarem a evolução intelectual de alguém nesta vida, essa pessoa se colocará em posição de inferioridade de algum tipo diante de quem evoluiu, provavelmente se tornando um serviçal. Você deseja isso para si?

Estenda isso para o contexto da eternidade e talvez você consiga enxergar a resposta à minha primeira pergunta.

O profeta Joseph Smith ensinou:

Cremos que Deus criou o homem mentalmente capaz de aprender e com uma capacidade que pode ser ampliada em proporção à atenção e ao cuidado dedicados à luz transmitida do céu ao intelecto; e que, quanto mais o homem se aproxima da perfeição, mais claros se tornam os seus pensamentos e maior é a sua alegria, até conseguir superar todas as coisas ruins da vida (…)

Há muito mais a ser comentado sobre o quanto podemos evoluir intelectualmente e até onde podemos chegar com isso, mas, se eu o fizesse, este artigo se tornaria muito longo e complexo. Eu só gostaria de propor a seguinte reflexão: o céu não é o limite. Eu mesmo não me conformo com pouco. Quero aprender a criar e governar minha criação, tal como nosso Pai faz. Se chegar à estatura de Deus é o que Ele nos oferece, por que eu me contentaria com menos?

E tudo começa com o desenvolvimento da inteligência. A receita do bolo está nos links deste artigo.

Bora sair da zona de conforto do seu cercadinho intelectual? Nunca é tarde para começar.

Visitado 23 vezes, 1 visita(s) hoje

2 comentários em “As transcendentais vantagens de se desenvolver a inteligência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *