‘Linda e revigorante’, diz músico profissional sobre uma de minhas criações

Publicado em 9 de março de 2008 e atualizado em 3 de fevereiro de 2024

Quando tive a idéia de gravar e lançar interpretação própria do hino O Senhor Meu Pastor É em estilo de valsa inglesa, que você pode ouvir no tocador abaixo, não imaginei que o resultado pudesse chegar a ser qualquer coisa próxima de agradável aos ouvidos das pessoas. Afinal, quando comecei a brincar com meu novo teclado Yamaha, eu estava só me aventurando em uma área desconhecida e cheia de armadilhas, como eu logo viria a descobrir. Mas parece que me enganei a respeito da qualidade do resultado de minha experiência com esse hino.

Curioso que estava em submeter o trabalho ao escrutínio de gente do ramo, em novembro de 2007 coloquei a música no site GarageBand.com e a inscrevi na categoria música ambiente do concurso do site. Ainda na primeira fase do concurso, no dia da redação deste artigo minha música estava na 127º colocação dentre 163 concorrentes da categoria música ambiente e contava com 2,1 de cinco estrelas.

A colocação de cada música no concurso é feita mediante a avaliação dos membros do site, formado em sua maioria por músicos, mas também por amantes da música. O interessante sobre o método de avaliação é que cada uma é feita sem que o avaliador saiba detalhes da música, como nome e autor — justamente para evitar favorecimentos e corporativismo, seja a favor ou contra. Ele simplesmente a ouve, dá notas a quesitos específicos e faz comentários. Só depois de fechar a avaliação é que lhe serão revelados detalhes da música avaliada.

A maioria dos comentários foi positiva. O melhor deles, contudo, foi feito pelo organista e pianista clássico Demetrius Stevenson, de Los Angeles, Califórnia, EUA, ganhador do prêmio do Bank of America por seus méritos musicais. Sobre minha criação em torno do hino O Senhor Meu Pastor É, Stevenson escreveu:

Oh, isso é lindo. Bela introdução, que estabelece uma atmosfera de luz e paz. Bela estrutura e sonorização da harpa. E a flauta, que começa em 1:20 min, entrou bem na hora certa. Belas mudanças de acorde. Esta deve dar uma boa trilha sonora para filme ou TV. Belos arranjos de cordas a 2 min. Isso ficou realmente muito bonito. Não sei o que mais posso dizer além de que está realmente bom. Apesar de esta não ser uma música ambiente típica, ficou muito boa. Minha única sugestão seria dar à música um pouco mais de melodia, talvez. Mas isso é só uma preferência pessoal. Belo final. Muito bom. Excelente.

Fiquei tão surpreso com a avaliação tão positiva de um músico profissional que o presenteei com uma cópia em MP3 da música que disse ter gostado tanto.

É uma pena que no momento minhas circunstâncias me impeçam de continuar explorando esse veio. Mas esse continua sendo um de meus projetos de vida.

Posteriormente outra musicista, a britânica Casee Wilson, escreveu:

Esta é de arrebentar — fui transportada para um teatro para assistir uma cena romântica entre os dois protagonistas. A melodia é cativante e linda, o arranjo é bem ajustado. E a atmosfera é tão suave, meu computador está praticamente soltando gatinhos… A gravação está muito boa também, sem som metálico nem confuso. Trabalho adorável.

Wilson também mereceu que eu lhe presenteasse com uma cópia em MP3 da música. 🙂

Comentários? Fique à vontade para escrevê-los abaixo.

Visitado 51 vezes, 1 visita(s) hoje

3 comentários em “‘Linda e revigorante’, diz músico profissional sobre uma de minhas criações

  1. Que site interesante Marcelo!Eu estou gostando dos assuntos…É importante fala sobre esses assuntos e deixa-los esclarecidos.Depois falo mais…Um abraço

  2. Eu concordo um tanto com Demetrius Stevenson, Marcelo. Ouvi sua versão para o hino assim que você o cadastrou no Garage Band, mas, por não ter cadastro no site, não pude comentar. Faço-o agora 🙂

    Gostei da “dançabilidade” que sua versão deu à melodia. Em especial, gostei dos contrapontos e dos timbres escolhidos. Nada sobra nem falta: todos os “instrumentos” chegam na hora ideal e permanecem pelo tempo ideal. Lóóógico que gostei em especial da flauta :-)))

    O arranjo me lembra as bandas de festa norte-americanas e eu posso até ver os casais deslizando pelo salão (as mulheres sorrindo e os homens com ares de galã – hehehe). Aquela coisa bem romântica e “cinema”… 😉

    Bom trabalho!

    Já mostrou ao irmão Polito?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *