Por que o Senhor não nos cura

Publicado em 2 de janeiro de 2024 e atualizado em 12 de fevereiro de 2024

Em maior ou menor grau, todos temos alguma doença ou deficiência. Pode ser física, mental, emocional ou de outro tipo. Podemos até ter mais de uma ao mesmo tempo. Ela(s) pode(m) nos representar um grande fardo a ser carregado por toda a vida.

Não há nada errado em desejar alívio para nossas doenças, aflições e dores, afinal ninguém gosta de sofrer. Em muitos casos, por meio da fé no poder redentor e curador da Expiação de Cristo, Ele pode nos proporcionar alívio e, talvez, até a cura total. Mas, na maioria das vezes, isso não acontece. Por que?

The Chosen é uma série de televisão americana baseada na vida de Jesus Cristo e Seus apóstolos. Diferente das demais produções do gênero, esta é a primeira com múltiplas temporadas. A proposta da série é retratar Jesus através dos olhos daqueles que O conheceram, de uma forma mais pessoal e íntima.

Na série, o apóstolo Tiago, filho de Alfeu — também conhecido como “o menor” (ver Marcos 15:40) numa possível referência à sua estatura ou por ser mais jovem que o outro Tiago, filho de Zebedeu — é retratado como uma pessoa deficiente, mais especificamente como portador de escoliose grave e paralisia cerebral leve. Isso ocorre porque o ator que interpreta Tiago, Jordan Ross, possui essas condições na vida real.

Quando Ross fez o teste para a série, o diretor Dallas Jenkins não percebeu inicialmente que Ross mancava. Foi apenas no primeiro dia de gravação da 1ª temporada que Jenkins notou a maneira diferente de andar de Ross. Em vez de substituir o ator ou tentar esconder sua deficiência com ângulos de câmera criativos, Jenkins decidiu mantê-lo e perguntou a Ross se poderia tornar sua deficiência parte do personagem de Tiago na 2ª temporada.

Embora isso tenha inicialmente chocado Ross, ele concordou com a ideia, pois acreditava que isso seria uma forma de se permitir ser vulnerável, revelando sua maior insegurança ao mundo. Assim, a deficiência de Ross foi incorporada ao personagem “Tiaguinho” na série.

Em Marcos 6:7-13 lemos que Jesus designou Seus discípulos para viajar e pregar em duplas, concedendo-lhes poder para curar doentes e deficientes por onde passassem, tal como Ele havia feito. Na narrativa do episódio 2 da temporada 3 de The Chosen, isso criou na mente de Tiaguinho um dilema: como poderia ele curar os outros se ele mesmo não tinha sido curado?

Então Tiaguinho aborda Jesus perguntando por que não usava Seu poder para curá-lo se o estava fazendo com tantos outros. A tocante resposta de Jesus a Tiaguinho no episódio, que pode ser vista no video abaixo, condiz com o que aprendemos no estudo do Evangelho de Jesus Cristo.

Em termos simples: para toda e qualquer coisa debaixo dos céus existe um propósito. No caso de um cego de nascença que Jesus e Seus discípulos encontraram, esse propósito foi revelado quando um dos discípulos pergunta: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?” O Salvador responde: “Nem ele pecou nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus.” Em seguida, Jesus o curou (ver João 9:1-7; ver também este video).

Referindo-se às nossas fraquezas, debilidades, doenças, deficiências e tudo mais que nos causa dor e sofrimento, o Salvador também ensinou:

(…) dou fraqueza aos homens a fim de que sejam humildes; e minha graça basta a todos os que se humilham perante mim; porque caso se humilhem perante mim e tenham fé em mim, então farei com que as coisas fracas se tornem fortes para eles. (Éter 12:27).

Acredito que nenhuma explicação para o possível motivo pelo qual o Senhor não nos cura de alguma debilidade quando Lhe pedimos foi mais soberbamente descrita do que aquela que o roteirista do episódio inspiradamente escreveu na cena abaixo. Convido o leitor a assisti-la em espírito de oração, transportando-se para o lugar do discípulo e buscando para si a possível resposta para sua própria aflição. Caso o faça, talvez termine de assistir a cena com seus olhos banhados em lágrimas por ter eventualmente encontrado uma resposta para si mesmo.

Agora talvez esteja mais claro o que Ele quis dizer com “farei com que as coisas fracas se tornem fortes para eles”.

Leitura adicional recomendada: “Porque eis que (…) sou um Deus de milagres”

Que cura você anseia receber no momento certo? Fique à vontade para deixar um comentário mais abaixo.

Visitado 59 vezes, 1 visita(s) hoje

3 comentários em “Por que o Senhor não nos cura

  1. Eu adoro The Chosen, fantástico. Gosto tanto que estou assistindo pela quarta vez, mas aprendo como se fosse a primeira.

    Com relação aos milagres do Salvador, ouvi numa entrevista outro dia, que eram temporários. Nunca tinha pensado a respeito, mas quando o fiz, concordei. Jesus Cristo curou um homem cego, que passou a ver, entretanto, morreu depois por uma outra causa. Ele transformou água em vinho, por uma noite, e não pra sempre.

    E tudo bem com isso, tinha de ser assim. Achei interessante o exercício de pensar a respeito.

    Pra mim é difícil escolher um melhor momento ou cena, no entanto, se fosse destacar um, seria aquele que Mateus sentado à sombra de uma árvore está a escrever (ele sempre escreve).

    Pedro se aproxima, conversam, e no final Mateus diz algo mais ou menos assim: “As pessoas nos julgam pelo nosso passado, mas depois Dele já não somos mais os mesmos.”

    Depois Dele não somos mais os mesmos. Graças a Ele, por Ele, para Ele.

    Na verdade, desde o princípio, sempre Ele.

  2. Tenho herança genética de alta miopia e eu gostaria de ser curado de minha deficiência visual. Não que me seja algo que me cause sofrimento e dor, é mais como um incômodo, mas é um incômodo com o qual tenho convivido a vida toda e eu bem que queria me livrar dele. Oftalmologistas já me disseram que no meu caso não dá para operar por causa de alguma característica das minhas córneas.

    1. Eu também, Aldo. Felizmente consegui operar, mas um olho mexido nunca é como o “original de fábrica”, então minha visão, embora esteja muito melhor do que já foi, ainda está longe de ser perfeita.

      Mas é como dizem as escrituras, os profetas atuais e o video: a cura virá, é só questão de tempo. Enquanto isso, usemos de sabedoria para tirar dessa aflição as lições de que precisaremos nesta e na outra vida. Com fé e oração você (e qualquer um) pode saber o que o Senhor espera de você com a(s) deficiência(s) que lhe deu. Tudo tem um propósito.

      Um abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *